Sem fins lucrativos e com sua participação. Esse é o MTL.

Leia os demais artigos obrigatórios do site:

 

Ao chegar aqui, você já sabe nosso problema (Você está preso!) e sabe que é possível superá-lo (Você pode! Acredite).

Essas duas simples informações são cruciais e representam tudo que você precisa saber para decidir transformar sua vida.

A mudança não ocorre de um dia para outro, mas a decisão de mudá-la, sim. E você pode tomar hoje essa decisão.

Nós tomamos, transformamos nossa vida, hoje somos financeiramente independentes e planejamos abandonar o trabalho tradicional em 2 anos (isso mesmo, o Eduardinho vai largar a Receita Federal)(todos dizem que ele é louco, você concorda? Nós discordamos).

Para deixar bem claro esse compromisso, marcaremos a data exata e colocaremos uma área da barra lateral do site com a contagem regressiva dos dias para a aposentadoria (da mesma maneira que temos uma contagem para o próximo artigo).

Faremos isso porque nossos objetivos financeiros já foram atingidos (todos eles, menos 1, continue lendo para saber qual). Temos renda passiva e de projetos suficiente para uma vida confortável e podemos a partir de agora nos dedicar somente àquilo que nos interessar.

Sejam projetos remunerados, sejam projetos não remunerados, como aqueles pessoais que você seguramente tem e que sempre são protelados em função da falta de tempo. Projetos como aprender determinado instrumento, passar 6 meses em determinado país, fazer uma vivência de yoga (o Eduardinho) por 1 mês na Tailândia.

Adotaremos o estilo de vida divulgado por autores como o Tim Ferris (autor de “A jornada de trabalho de 4 horas semanais“), embora acreditemos que 4 horas seja efetivamente pouco (os americanos conseguem por meio de outsourcing de indianos, que também falam inglês… mas os brasileiros contratarão quem? Portugueses? Moçambicanos?). Enfim, adaptada à realidade local, a jornada de trabalho de 8 a 12 horas semanais é mais plausível (trabalhar 1 dia por semana está bom para você?).

O que nos falta? Conheça o Projeto Perezoso

Você deve estar se perguntando o porquê de lançarmos um projeto como o MTL, se poderíamos simplesmente continuar nos dedicando somente àqueles projetos que nos trazem retorno.

O MTL, embora não tenha fins lucrativos, é o projeto do qual esperamos o maior retorno de todos!

Falta-nos um único objetivo e precisamos de dinheiro para alcançá-lo. Esse objetivo é fundar um santuário ecológico.

Acreditamos na urgência de defender a natureza, na importância da diversidade de espécies e do equilíbrio do ecossistema.

Por isso fundamos uma ONG chamada Projeto Perezoso (cnpj: 15.834.565/0001-41), uma entidade sem fins lucrativos que destinará 100% de sua receita a projetos de proteção e educação ambiental. Essa ONG terá várias fases e a primeira dela é levantar recursos para a aquisição de uma reserva. A segunda fase será preparar essa reserva para visitação gratuita, principalmente de escolas. Com direito a palestras.

Quem sabe daqui a algum tempo você não encontre o Eduardinho lá dando uma palestra sobre a importância de determinada ave ou planta? Ele não é biólogo, mas isso não impede de proteger tais animais, principalmente se biólogos se juntarem ao projeto. Mas isso tudo é na segunda fase.

É na primeira fase do Projeto Perezoso que entra o MTL.

Ao contrário dos blogs que indicam cursos e produtos e fingem não receber comissões por isso (se você não sabia, essa é a principal forma de se ganhar dinheiro na internet, eu mesma faço isso – mas sem ocultar que recebo comissão), o MTL oferecerá aos leitores treinamentos próprios e de terceiros justamente com o objetivo de levantar recursos para o Projeto Perezoso.

Não receberemos o dinheiro e repassaremos à ONG. Não. A conta bancária da ONG já foi aberta e ela mesma faturará e receberá eventuais receitas do site. Nada de recebermos e repassarmos.

Seremos 100% transparentes nisso e cremos que você, por saber que o Projeto Perezoso receberá uma comissão do que indicarmos aqui (todo e qualquer link afiliado do MTL irá para a ONG), terá um forte incentivo para adquirir tais produtos (que, óbvio, só serão recomendados se forem eficazes aos problemas que pretendem resolver).

Ao contrário de boa parte das ONG do Brasil, não vamos empregar parentes ou usar despesas fictícias de consultorias para retirar o dinheiro da ONG. Nada disso. No dia em que o MTL tiver levantado o dinheiro para a reserva, ela será escolhida, adquirida e passaremos à segunda fase (que não deve necessitar mais tanto dinheiro).

Colocaremos no MTL relatórios trimestrais das receitas da ONG (lembre-se: buscaremos o máximo de transparência) e, no futuro, quem sabe uma contabilidade online aberta (existe sistema para isso? Se conhecer, deixe um comentário abaixo.)

Como eu, leitor, posso participar?

Primeiro, queremos romper a barreira leitores/autores. Quer escrever? Vá em frente, se seu desejo de contribuir for sincero (nada de editoriais ou propaganda disfarçada), escreva e nos envie. Vamos publicar aqui e lhe dar todos os créditos. Queremos, inclusive, promover algumas (umas 3 pessoas) a autores fixos do site.

Outra maneira é estar na lista de email e participar ativamente do debate: comente em cada artigo,  esforce-se para trazer informações novas, referências que leu em algum lugar e que possam enriquecer o conteúdo. Evite apenas escrever “o conteúdo está muito bom, parabéns”, ou “o conteúdo está ruim”.

A comunicação no MTL não será vertical, somente de nós para vocês. Esperamos construir uma comunidade viva, como no curso de Tesouro Direto do Eduardinho (que recebe cerca de mil comentários mensais atualmente!).

Criamos também um tipo especial de artigo, o artigo colaborativo, em que você poderá dar suas dicas de maneira fácil e votar nas dicas dos demais leitores. Esperamos que goste.

Com tudo isso, esperamos facilitar a troca de experiências para que todos aqueles que tomem a decisão de transformar a própria vida encontrem no MTL uma fonte inesgotável (será que conseguiremos?) de informações valiosas.

Para finalizar, gostaria de fazer um agradecimento: Muito obrigado por desejar fazer parte dessa comunidade! Seja muito bem-vindo.

Liz e Eduardinho.